Tarde de baianadas

30 10 2010

Defesa do Vasco falha durante toda a partida e time é goleado no Barradão.

O Vasco entrou em campo andando e foi atropelado, disse Zé Roberto, um dos que mais se arratou em campo nos 3×0 que tomamos na etapa inicial.

 

O primeiro gol saiu antes dos dois minutos em uma falha grotesca de Diogo e Jumar, batidos facilmente por Adailton, que ainda acertou uma bomba no único lugar que a bola tinha pra entrar, mostrando que os 88 minutos restantes seriam longos.

O time seguiu sendo dominado até que PC teve a brilhante ideia de trocar Diogo (péssimo), por Nunes (idem), deslocando Jumar para a lateral esquerda.

A alteração mudou radicalmente a cara do jogo, poucos minutos depois, tomamos dois gols em jogadas que lembraram  os piores momentos de 2008.

Fernando Prass papou um frangaço no chute de Elkeson e o junto com toda a defesa, também falhou no terceiro, quando a bola ficou pipocando na nossa área até Neto Coruja colocá-la onde ele dorme.

Veio o segundo tempo e o time pareceu que finalmente ia entrar em campo, com jogadas rápidas pelo lado direito do ataque e logo diminuiu  a diferença, em uma cabeçada de Nunes.

 Quando o Vasco começava a pressionar, Junior (uma versão melhorada do Nunes) recebeu uma bola no mano a mano com o Jadson Vieira (uma versão piorada do pior zagueiro que você imaginar) e marcou o quarto gol com toda a facilidade do mundo.

Jadson já havia atuado tão mal no primeiro tempo que PC até o trocou de lado com Cesinha, já que tomava uma passeio do ataque baiano. Sua lentidão e físico bizarro nos fazem questionar com base em que esse cara foi contratado, nem em DVD tem como convencer que alguem com essa pinta joga bola.

Daí pra frente o Vitória até podia ter ampliado, mas foi o Vasco que marcou já nos minutos finais em bela cobrança de falta de Fumagalli, que entrou no lugar do irreconhecível Eder Luis.

Fim de jogo, os 4×2 ficaram até baratos em uma tarde, que, assim como o sonho da Libertadores, é pra esquecer.

Glub.



Ações

Information

6 responses

31 10 2010
Paulo de Tarso

Pô Zé,
O Helton sabia sair do gol tanto na pequena, como na grande área, sabia repor uma bola tanto com os pés , como com as mãos. Estava na maioria das vezes, bem colocado. A nossa muralha desconhece esses fundamentos básicos para ser, no mínimo, um goleiro razoável.

31 10 2010
Zé do Pipo Jr

Masa acho que ele compensa na coragem de se atirar aos pés dos atacantes, como ele só vi o Acácio, e sinceramente, Paulão, quem seria melhor do que ele neste momento? Abs e glub.

4 11 2010
Márcio Moreira

Paulo, vai trabalhar e para de escrever besteira.
Você viu os goleiros que foram convocados para a seleção brasileira atuando nos últimos jogos? O Prass é muito melhor que todos eles.
Se a cada dois anos ele tomar frango(s) em uma partida tá ótimo. Ele tá com crédito e continua sendo o melhor goleiro do Brasil.
Abçs.
(sério, vai trabalhar! hehehehehe)

31 10 2010
Paulo de Tarso

Na boa, vcs sinceramente acham o Prass uma muralha ?

31 10 2010
Zé do Pipo Jr

Acho ele do nível do Fabio e do Helton,que também frangavam, inferior ao Germano e ao Acacio. Abs e glub.

30 10 2010
José Carlos (Vasco sempre!!!)

Nos últimos 5 jogos, 3 empates e 2 derrotas…

3 pontos ganhos em 15 disputados…

Nenhuma (nenhuma!!!) vitória fora de casa no returno….

Bem que a CBF poderia encerrar o campeonato por aqui mesmo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: