Deja vu

9 04 2011

Vasco vence Cabofriense por 2×1 de forma dramática e se garante nas finais.

De novo o Vasco venceu por 2×1 e mais uma vez com gols de Bernardo e Alecsandro.

Sem querer me tornar repetitivo, o adversário novamente teve um adeversário expulso um dos gols foi marcado de penalti.

Sim, a torcida mais uma vez encheu São Januário e fez a festa.

E pela segunda vez consecutiva, a vitória representou o passaporte carimbado para próxima fase da competição.

Qualquer semelhança com o triunfo sobre o ABC não é mera coincidência, o time jogo mal de novo.

Sofremos muito, mas com isso já estamos acostumados.

O importante é o que um amigo salientou após a peleja – “Desespeero fudido de novo, mas agora pelo menos estamos ganhando”.

E esse deja vu a galera vascaína não tinha há pelo menos uns 10 anos…

Glub.

Anúncios




O ranking da minha filha.

8 04 2011

Minha filha hoje me fez uma pergunta que gerou uma análise interessante.

Indagou a pequenina:

– Papai, de qual jogador do Vasco você mais gosta?

E como toda criancinha faz, depois que respondi “Felipe”, ela seguiu

– E depois? E depois?…

O ranking da minha filha ficou assim:

1 – FELIPE

2 – DEDÉ

3 – DIEGO SOUZA

4 – ANDERSON MARTINS

5 – BERNARDO

6 – EDER LUIS

7 – FAGNER

8 – FERNANDO PRASS

9 – ALECSANDRO

10 – FELIPE BASTOS

11 – RAMON

A lista me levou a algumas considerações:

– precisamos de um goleiro de seleção, no mínimo o terceiro melhor do time. Toda grande equipe começa por aí.

– temos uma das melhores zagas do Brasil

– não dá pra ter Bernardo no banco em time que joga o Rômulo

– precisamos do cabeça de área certo, aquele que segura toda a defesa. Acho que no elenco inteiro o único com esse perfil é o lesionado e lesado  Nilton

– não temos um centroavante do nível de Kleber, Luis Fabiano, Adriano, Vagner Love ou Fred. Pelo menos cinco adversários têm ou terão.

– Ramon está muito mal

– nosso time é muito bom

Tentei discutir esses assuntos, com minha filha, mas a pequenina tem apenas seis anos, então aguardo a opinião de vocês

Glub.






Uh, pula aê, deixa o caldeirão ferver, ô!

7 04 2011

Vasco vence o ABC de forma dramática e se classifica para a próxima fase da Copa do Brasil.

Começo dizendo que infelizmente não vi o primeiro tempo, entretido que estava com minha volta de SP, o que é mais infeliz ainda.

Cheguei em casa, liguei a televisão e saiu o penlti. Pensei: vai ferver.

Alecsandro bateu pessimamente mas como disse Edmundo, penalti bem batido é aquele que entra, então ele bateu bem.

E ferveu.

Daí pra frente o que vi foi sangue nos olhos de nossos atletas.

Dedé e Anderson Martins se tornaram uma barreira intransponível e ainda organizaram a saída de bola.

Allan, mais uma vez se superou e foi muito mais eficiente do que o alucinado Ramon, corretamente substituído por Márcio Careca logo após uma entrada desqualificante em… Anderson Martins!

No meio, só deu Felipe até a entrada de Bernardo, depois deu ele também.

O Vasco martelou, martleou, até que Allan deu um bom passe para Eder Luis, que fez uma jogada sensacional e cruzou para Bernardo encher o pé e fazer um daqueles gols que fazem a gente gritar mais palavrões do que o usual.

Esse Bernardo é foda.

Jogo virado, o caldeirão pegou fogo de vez.

A torcida fez a festa e adminstramos o resultado com maestria, sendo que a entrada de Leandro no lugar de Alecsandro ainda deu um gás a mais pra equipe.

Estamos classificados, de forma dramática, o que é ainda mais cativante e temos tudo pra disputar pra ganhar o Carioca e a Copa do Brasil!

Vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vamo que vam oque vamo que vamo que vamo que vamo que vamo, porque essa porra é VASCO!

Glub.





Eles voltaram.

3 04 2011

Vasco goleia o Bangu por 4×0 na volta dos temíveis camisas negras.

O time entrou em campo com a nova camisa 3, que faz alusão a um dos capítulos mais bonitos da história do futebol Brasileiro, a luta do Vasco contra o racismo.

E o que o time mostrou em campo foi isso: muita raça.

O gol demorou a sair e veio da dupla que desequilibrou a partida, Felipe deu um passe na medida para Dedé abrir o marcador.

Antes, o Vasco já tinha perdido uma penca de gols e no intervalo, ouvi um comentário interessante de um desconhecido:

– Desse jeito o Felipe vai acabar com a carreira do Eder Luis.

É que a quantidade de bolas em que o maestro deixou os companheiros e em especial, o Chico Bento, na cara do gol foi sacanagem.

Felizmente o nosso camisa 7 acertou um lindo chute de primeira, em novo passe de Felipe, e ampliou a contagem no início da segunda etapa.

Foi o suficiente para ser ovacionado pela galera quando saiu dando lugar a Leandro.

Enquanto isso, Dedé seguia ganhando todas e Felipe seguia brincando de jogar bola.

Numa dessas brincadeiras, deu um passe de 30 metros na medida para Bernardo desviar do goleiro e Alecsandro empurrar para o fundo das redes.

Com 3×0 no placar, jogo já estava resolvido, mas ainda faltava a coroação final.

Ela veio com uma linda jogada pela direita, que terminou em um toque magistral de Felipe para o fundo das redes.

Fim de jogo, festa da torcida que lotou São Januário e saiu cantando como se a gente tivesse conquistado um título.

É que ficou claro, ou melhor, escuro, que com a volta dos camisas negras, a coisa vai ficar preta para os nossos adversários.

Glub.





Maestro Zezinho, qual é a música?

3 04 2011

Glub.





Reprovado no ABC.

31 03 2011

 

Vasco não passa do 0x0 cntra o ABC, no RN.

O jogo não foi ruim. Foi péssimo.

De um lado um time bem organizado, porém de limtadíssimos recursos técnicos, do outro, uma equipe totalmente desorganizada e que não acertava dois passes na sequência e este infelizmente era o Vasco, que foi dominado na maior parte dos 90 minutos.

Incrível como Marcio Careca não ataca, Felipe Bastos não acerta um passe, Alessandro ainda está totalmente fora de forma e Eder Luis, ao que parece, é isso mesmo e estava em transe no ano passado.

Ficou notório que há coisas que só o Felipe faz pelo Vascão, fazer a bola rodar e achar buracos na defesa adversária são duas delas.

E como o Maestro não estava em campo, demos apenas um chute a gol de dentro da área em toda a partida.

Pelo menos Fernando Prass foi bem, Allan demonstrou disposição (foi dele  o pontapé derradeiro) e Anderson Martins apresentou velocidade e cartegoria.

Dedé, Rômulo e Eduardo Costa foram apenas medíocres, Enrico entrou bem e Elton infelizmente não teve tempo nem de tocar na bola.

É isso. Não vou escrever mais nada para também não tropeçar no ABC…

Glub.





O Eddie vai te pegar.

27 03 2011

Vasco x Tricolete no Engenhão e IRON MAIDEN no HSBC Arena.

Que sejam duas porradas.

Glub.